Banca O Carlos

Francisca Clotilde Barbosa Lima nasceu na fazenda São Lourenço em São João de Inhamuns, atualmente Tauá (CE), em 19 de janeiro de 1862. Filha de Anna Maria Castelo Branco e João Correia Lima. Fez seus estudos em Baturité, sendo a primeira mulher a lecionar na Escola Normal da cidade.

Ruas do Aracati- Castorina Pinto

Escrito por Sexta, 12 Agosto 2016 09:26
Publicado em Memória

Castorina Pinto nasceu em Aracati, a 24 de janeiro de 1883. Com seu irmão Teófilo Pinto, administrou um hotel. Também trabalhou num bar, negociou labirintos e ingressou no funcionalismo público municipal- função que exerceu até se aposentar.

Praças de Aracati: Jardim Dr. Leite

Escrito por Domingo, 07 Agosto 2016 09:57
Publicado em Memória

A Praça Dr. Leite, primeira de Aracati, foi inaugurada no dia 24 de dezembro de 1911. A iluminação, a gás acetileno, e as duas bandas de música que comporam a programação cultural, provocaram grande êxtase e deleite nos munícipes.

O Porto dos Barcos e sua dinâmica econômica[1]

 

A localização da vila de Aracati próxima ao litoral e a poucos quilômetros da foz do rio Jaguaribe, favoreceu a instalação de um porto natural, considerado o mais movimentado do Ceará até metade do século XIX (Mapa 4). “Aracati, como porto de mar acessível, relativamente próximo do Recife e de Salvador, tornou-se, mesmo antes de ser elevado a vila, o pulmão da economia colonial da Capitania, cuja riqueza era, em maior parte, por ela transitada” (GIRÃO, 1995, p.104).

A História do Dique de Aracati

Escrito por Domingo, 10 Julho 2016 08:55

Aracati padeceu desde as mais remotas eras com as enchentes do rio Jaguaribe. Para não recuarmos muito no tempo basta lembrar as últimas grandes enchentes que foram marcantes e afetaram profundamente a vida econômica e social do município particularmente à cidade, que ocorreram nos anos de 1917, 1922, 1924, 1974 e finalmente a maior de todas no ano de 1985.

Cólera-morbo: A Epidemia em Aracati

Escrito por Segunda, 13 Junho 2016 23:01

 

[...] “Chegou de Pernambuco no dia 24 de Fevereiro próximo passado o iate Invencível, até o presente não tem descarregado; e nem mandado a correspondência para terra por lhe ter sido determinado pela polícia quarentena, visto achar-se aquela praça abraços com o cólera. Anteontem o Senhor Juiz Municipal e Delegado Dr. Miguel Joaquim de Almeida Castro, segui para a barra em companhia dos médicos, para determinar o melhor ancoradouro e os barcos que tiverem de fazer quarentena; e dizem que foram dados ao mestre do Invencível alguns desinfetantes para usar deles e seguir hoje para o porto de descarga. Confiamos no senhor Dr. Castro que não poupará meios a seu alcance para que não seja importado o cólera de Pernambuco para aqui”.

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
11
12
18
19
20
21
22
26
27
28
29
30