Estilo Lima

A ocupação na Ribeira do Jaguaribe foi marcada pelo conflito entre os colonizadores e os indígenas da região. O objetivo dos colonos era transformar as terras “inúteis” em terras produtivas, ou seja, implantar uma atividade econômica que gerasse lucro. A pecuária foi a atividade que possibilitou a ocupação da terra cearense. Dominar, catequizar ou mesmo exterminar os índios evidencia o processo violento que estigmatizou a conquista da região jaguaribana pelos colonos. 

Foi então demarcada como praça do Aracati em 1748, a medida de 1050 por 585 palmos ou aproximadamente 128 por 231 metros no sitio chamado “Cruz das Almas”, ao sul do antigo lugarejo do “Porto dos Barcos”, por ser considerado o mais livre das inundações. O risco idealizado confirma o recurso à proporcionalidade algébrico-geométrica corrente nas praças portuguesas.

O que é o Vento Aracati?

Escrito por Quinta, 06 Julho 2017 16:05

Diariamente em regiões ribeirinhas, no fim das tardes e começo das noites quentes da época seca do ano, sopra um vento que de acordo com moradores, leva uma sensação de conforto térmico a tais regiões, pelo motivo de que as mesmas possuem altas temperaturas. Esse vento é denominado pelos próprios moradores de vento Aracati, não se sabendo ao certo, a partir de que momento ele recebeu tal denominação. Muitos moradores supõem que o Aracati possui origem do mar, e acaba adentrando pelo sertão através do vale do Rio Jaguaribe, o principal rio perene do estado do Ceará, ou também chamado de baixo Jaguaribe.

ARACATI | O Sítio Cumbe

Escrito por Quinta, 06 Julho 2017 08:38

[...]A comunidade do Cumbe fica no município de Aracati/CE a 172 km de Fortaleza. É a última povoação da margem direita do Rio Jaguaribe12. O acesso ao local é feito por estrada de terra com 12 km de extensão entre a sede do município e o povoado.

No período colonial a Câmara Municipal representava o poder local. Os vereadores eram escolhidos por período trienal. Geralmente eram fazendeiros ou seus representantes diretos e tinham as seguintes atribuições:

Por mais de trinta anos, depois do descobrimento, o Brasil foi esquecido por Portugal. Somente com a implantação do regime de Capitanias Hereditárias, os portugueses vieram a se preocupar com a terra que haviam descoberto.

 

Entretanto, o sistema de Capitanias Hereditárias, posto em execução no ano de 1534 para promover a colonização do Brasil, não obteve o resultado esperado. Poucas foram as que realmente prosperaram.

Página 4 de 19

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
11
12
18
19
20
21
22
26
27
28
29
30