Água Cristalina

HISTÓRIAS DE BARRA DE AÇO- PARTE III

Escrito por Domingo, 24 Janeiro 2016 13:48
Publicado em Memória

O BANHO

 

Uma vez Barra de Aço trabalhava no rio, na exportadora de sal. Quando terminava o expediente ele não tomava banho não, sabe? Pegava uma estopa, ia pra dentro d’água, arregaçava as calças, a camisa e ia passando só uma estopa com água no corpo, pra tirar o óleo, por causa do trabalho de mecânico...

HISTÓRIAS DE BARRA DE AÇO- PARTE II

Escrito por Domingo, 24 Janeiro 2016 13:33
Publicado em Memória

O VINHO DOS POBRES

 

Outra vez na semana santa nós estávamos todos debaixo do pé de algaroba, lisos, bem uns dez. Aí Aldemir (Ponciano) disse:

HISTÓRIAS DE BARRA DE AÇO- PARTE I

Escrito por Domingo, 24 Janeiro 2016 13:25
Publicado em Memória

O INSTRUMENTAL

 

Rapaz, olha, eu acho que o primeiro santo preto que eu conheci foi Dona Carminha. Eu chegava à casa de Barra de Aço dia de domingo e o instrumental tava todo dentro do quarto. Eu nunca vi essa história de guardar instrumento dentro do quarto do casal.

CARNAVAL EM ARACATI

Escrito por Sábado, 23 Janeiro 2016 23:40
Publicado em Memória

Não é de hoje que Aracati possui um carnaval de destaque. Aliás, apesar da grande publicidade feita pela mídia, atualmente, quem conheceu o carnaval dos anos passados sabe que a diversidade cultural era bem maior e a criatividade sempre foi a tônica de um bom folião aracatiense.

Emiliano Queiroz

Escrito por Quinta, 21 Janeiro 2016 00:00
Publicado em Memória

Emiliano Queiroz, ator aracatiense, participou de mais de cinquenta novelas e minisséries e quarenta peças. Em 2006, a Coleção Aplauso, editada pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, incluiu o nome de Emiliano entre outras publicações dedicadas a dar visibilidade a estrelas do teatro e televisão brasileiros. Sob o título Emiliano Queiroz: na sobremesa da vida a obra perfaz a vida do ator cearense desde sua infância em Aracati até seus mais recentes trabalhos. Apresentamos, a seguir, o relato de Emiliano Queiroz sobre o Aracati de sua infância nos idos anos de 1930.

Amor de Negro

Escrito por Quarta, 20 Janeiro 2016 00:00
Publicado em Memória

Na noite calma e enluarada, dois vultos deslizavam por trás das árvores do quintal de dona Eufrásia, na velha cidade do Aracati. Dois vultos cautelosos. Um, de mulher, levando o outro, de homem pela mão. E ciciavam:

Página 6 de 16

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
4
5