Netlink

Adolfo Caminha: um autor tenso e intencionado

Publicado em Memória
Terça, 18 Julho 2017 20:22

As histórias da literatura brasileira categorizaram Adolfo Caminha como um autor contraditório, frágil e menor, talvez marginal se pensado em relação aos grandes nomes do período. Preferimos chamá-lo de um autor tenso. Tenso em relação às transformações que marcaram aquele “início” do século XIX, pois, ao mesmo tempo em que ele as louvava e pedia por elas, ele também as via com desconfiança, destacadamente no caso da entrada do Brasil no mercado consumidor de bens importados, que a seu ver ameaçava a cultura e os costumes locais, como é possível apreender da leitura de sua coluna intitulada de “Sabbatina”, no jornal O Pão, da Padaria Espiritual.

Bela

Publicado em Úrsula Garcia
Segunda, 13 Janeiro 2014 11:11

Bela

 

Quando nasceu, o sono seu primeiroNos meus braços, dormiu, rosada e quente, E deitando-a no berço levemente,Velei-lhe ainda o ressonar ligeiro.

UMA LEMBRANÇA

Publicado em Úrsula Garcia
Segunda, 13 Janeiro 2014 11:05

UMA LEMBRANÇA

 

Eu quis levá-la ao cemitério, um dia,Mas em casa disseram: “Tão criança”É tão longe!... E tão triste! ... Eu insistia,Não sabe o que é tristeza, ela, e não cansa!

PENSAMENTOS

Publicado em Arnaldo Lima
Quinta, 07 Junho 2012 17:46

PENSAMENTOS

 

A solidão do mar,

O medo da chegada,

A surpresa inesperada,

O choque do encontro,

O remorso da ausência,

A felicidade mascarada,

Em Aracati brilha uma Estrella

Publicado em Entrevista
Domingo, 21 Outubro 2007 15:09

Rosângela Ponciano, presidente da Associação Cultural Solar das Clotildes fala-nos, em entrevista, sobre os projetos e conquistas do Solar no mês em que comemora dois anos de sua fundação.

Stélio Torquato: Rimas que revelam o Ceará

Publicado em Entrevista
Quarta, 17 Outubro 2012 14:23

Stélio Torquato é um escultor de palavras. De sua dedicação ao verso metrificado surgiram projetos valiosos a exemplo da adaptação para a literatura de cordel do romance Iracema de José de Alencar publicada este ano pela editora Armazém da Cultura. Em entrevista cedida com exclusividade para o Aracati das Artes o vate cearense nos fala sobre seus mais recentes projetos.

Francisca Clotilde e a Revista A Estrella

Publicado em Memória
Segunda, 01 Outubro 2007 14:29

A revista literária A Estrella apareceu em Baturité-CE a 28 de outubro de 1906 e seu último número circulou no final de 1921, em Aracati. Suas 193 edições, produzidas durante 15 anos, foram sustentadas pela persistência de mulheres – as editoras Carmem Taumaturgo e Antonieta Clotilde – e de quase uma centena de colaboradores e colaboradoras de todo o País. Eram pessoas que nutriam grande apreço pela leitura e escrita, abraçando o compromisso de constituir um espaço de produção e divulgação literária.

Paula Nei: Jornalista ironizava até os professores

Publicado em Memória
Quinta, 05 Julho 2012 14:06

Em 1882, a convite de Paula Nei, José do Patrocínio viajou ao Ceará para participar de um comício pró-Abolição. Dois anos mais tarde, aquele estado foi o primeiro do País a libertar os escravos africanos. Ou seja, eis aí uma das muitas contribuições do jornalista e escritor para uma boa causa que iria mudar a história do nosso país.

Francisca Clotilde (1862-1935) e a Palavra em Ação

Publicado em Memória
Quinta, 08 Novembro 2012 13:48

Francisca Clotilde é mulher de sinuosos caminhos, recuperados aos poucos e não completamente desvendados. Nasceu na Fazenda S. Lourenço em São João dos Inhamuns – hoje município de Tauá –, em 19 de outubro de 1862. Em 2012, são comemorados os 150 anos de seu nascimento na Bienal Internacional do Livro do Ceará, com palestras e mesas-redondas em torno da importância de seu legado.

Divorciada do anonimato

Publicado em Arte
Terça, 28 Novembro 2006 14:33

Pioneira na escrita, nas ações e na vida pessoal. Assim a jornalista Luciana Andrade define uma das primeiras cearenses a percorrer os escaninhos das redações, Francisca Clotilde (1862-1935). Durante 15 anos, entre 1906 e 1921, redigiu e publicou, em Baturité e Aracati, a revista literária “A Estrella”. Em 1902, Clotilde fora também autora de um romance compatível com sua história de vida, “A Divorciada”. Na noite de hoje, o Museu do Ceará apresenta um pouco desta história, com o lançamento, pela coleção Outras Histórias, de “A Estrella: Francisca Clotilde e literatura feminina em revista no Ceará [1906-1921]”

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
11
12
18
19
20
21
22
26
27
28
29
30