Terra do Já Teve Acervo da AACLC

Terra do Já Teve

Escrito por  Sábado, 14 Dezembro 2013 21:06

Expressão cotidiana, falada na feira, nas ruas, praças, velórios, festas, pelos cantos e recantos da cidade Aracati. Palavra que choca e descortina um passado de histórias adormecidas povoando existência e inexistência.

Palavra que traduz opressão.

Pro senhor da feira, pro bêbado na rua, dos velhinhos na praça, das senhoras chorando seus defuntos, da juventude... Cantos, desencantos: Terra do Já Teve.

O referido espetáculo fora montado a partir das vivências dos atores Marciano Ponciano e Erivando Braga com a dinâmica da rua. Naquela época, 1992, os espaços de teatro na cidade de Aracati, fecharam diálogo com os artistas da cidade em decorrência de uma ação inconsequente de um grupo de atores que trouxeram para a cidade de Aracati um teatro pornô. A crítica e a censura a produção teatral local viria a galope. Era necessário continuar a fazer teatro. Sem a caixa cênica o Grupo Lua Cheia ganhou as ruas no ano de 1992, para estrear a peça Terra do Já Teve. Foram dias difíceis e de grandes descobertas.

 

Avalie este item
(0 votos)
Lido 1063 vezes Última modificação em Sábado, 14 Dezembro 2013 21:37
Editor Chefe

A Associação Artístico Cultural Lua Cheia é uma entidade sem fins lucrativos. Seus projetos têm por objetivo o desenvolvimento e a promoção da cultural em geral, particularmente o teatro , a literatura, as artes plásticas e a música. Nestes segmentos busca capacitar e divulgar bens e serviços de ordem artístico-cultural.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
3
4
10
11
17
18
20
24
25
27
29
31