Divulgação Divulgação

HUMBERTO TEIXEIRA - MUITO MAIS QUE UM LETRISTA

Escrito por  Nirez Quarta, 06 Maio 2015 20:35

Depois do lançamento do brilhante livro “Luiz Gonzaga - Muito além de um sanfoneiro”, Dideus Sales nos presenteia agora com esta obra sobre Humberto Teixeira, um dos parceiros de Gonzaga.

 

O menino que teve sua vida ligada ao sertão nordestino por vários motivos: nasceu na seca de 1915, procurou a cidade grande na seca de 1932 e fez sucesso absoluto na década de 1950, época de várias secas como a de 1951 ganhou fama cantando sua terra nunca esquecida.


Sua inteligência fez com que surgisse como compositor na então Capital da República, chegando a vencer uma disputa com o já consagrado compositor Ary Barroso em 1943.


Conseguiu ter suas peças gravadas por grandes artistas da época e granjeou a admiração e amizade daquele que foi seu cunhado mas acima de tudo seu parceiro, também cearense, Lauro Maia que foi quem o levou para a parte mais rica de sua trajetória, o baião de Luiz Gonzaga. Juntos cantaram o nordeste brasileiro através de belíssimas canções descrevendo o seu principal ritmo, falando do pé de serra, da asa branca, do Seridó, do juazeiro, do Canindé, o trem, a Paraíba, o baião de dois, o Cariri, o assum preto, sempre evocando suas origens.


Antes de conhecer Gonzaga, fez peças sozinho e com outros parceiros como Caio Lemos, Pijuca, Carlos Barroso e Lauro Maia. Depois, quando Gonzaga teve como parceiro Zedantas, Humberto continuou a fazer peças com Cícero Nunes, Carlos Barroso, Ivon Curi, Oldemar Magalhães, Sivuca, Luiz Bandeira, Caribé da Rocha, Felícia Godoy, Zé Gonzaga, Nicolino Cópia, Norte Victor, João da Terra, Maria Teresinha, Waldyr Azevedo, Alberto Lopes e sozinho, além de fazer uma peça tendo como parceiro Zedantas.


Quando deputado federal teve aprovada a Lei Humberto Teixeira que levou dezenas de artistas brasileiros ao exterior difundindo nossa música.


O importante para Humberto Cavalcanti Teixeira era não parar, estava sempre em atividade. Pouco antes de morrer ele fez um depoimento contando sua vida para o Arquivo Nirez, um dos orgulhos de nosso trabalho. Na ocasião queixou-se que o Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro nunca o convidou para um depoimento.


Foi um mestre no direito autoral, matéria na qual se especializou dando grande contribuição nas leis ainda hoje existentes.


Toda a carreira de Humberto Teixeira é contada pelo poeta Dideus Sales em versos simples, porém sugestivos, de uma maneira peculiar neste livro feito a capricho e como Humberto gostaria que fosse feito, rimado e metrificado.


Somente um poeta do estilo de Dideus Sales para escrever em versos sobre Humberto Teixeira. Sua vida não seria escrita com autenticidade em versos rebuscados ou poemas sem rima ou métrica. Encaixam-se assim Dideus Sales e Humberto Teixeira no mesmo estilo com respeito ao tradicionalismo.

 

Perpetua-se assim, neste livro, a vida, a obra, as parcerias do grande compositor cearense de Iguatu Humberto Teixeira, advogado, poeta, escritor, político, músico, orador e mais que tudo isso: pessoa humana de grande alma e grande cultura.


Vocês têm assim a oportunidade de lendo Dideus Sales, conhecer melhor Humberto Teixeira.

 

Miguel Ângelo de Azevedo (Nirez)

Do Instituto do Ceará e da
Academia Cearense de Literatura e Jornalismo

 

Serviço

HUMBERTO TEIXEIRA - MUITO MAIS QUE UM LETRISTA
Lançamento dia 07 de maio de 2015 às 19h:30min
Museu Jaguaribano
Centro Histórico de Aracati

Avalie este item
(1 Voto)
Lido 399 vezes Última modificação em Quinta, 31 Dezembro 2015 17:12

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

iCagenda - Event List

Nenhum evento hoje!