Nice Firmeza (Detalhe) Nice Firmeza (Detalhe) Gentil Barreira

Museu Jaguaribano: espaço de educação e cultura

Escrito por  Terça, 08 Dezembro 2015 17:19

Exposição de artes visuais mais longeva da cidade de Aracati é realizada sem o conhecimento do grande público.


Exposição dos Artistas Aracatienses, assim é denominado o salão de artes visuais realizado anualmente pelo Instituto do Museu Jaguaribano-IMJ. O evento foi idealizado pelo instituto com a finalidade de dar visibilidade às artes visuais, em Aracati.

Este ano, a mostra chega à 32ª edição com a participação de uma dezena de artistas, entre os quais os veteranos Luiz Antônio e Manuel Braga. Nice Firmeza, artista aracatiense falecida em 2013, foi homenageada- in memoriam- pelo IMJ que expôs duas de suas obras.


Nesta edição, o visitante encontrará trabalhos realizados em madeira, pintura sobre tela e porcelana, desenhos a lápis de cor e grafite, entre outros. Embora seja o mais importante evento do seguimento, em Aracati, a exposição está longe de resolver problemas já pautados em outras edições como a pouca visitação e a ausência de uma estratégia eficaz para a promoção dos artistas e consequente venda dos trabalhos apresentados.


A história de Aracati assinala uma série de iniciativas valorosas que sucumbiram em idade tenra, apesar de se caracterizarem como “ótimas iniciativas”. O salão dos artistas aracatienses constitui uma exceção, todavia é notável o declínio do evento ano após ano. Em suas primeiras edições a exposição ocorria nas dependências da biblioteca do museu e era assistida por uma plateia vivaz que além de prestigiar o evento com sua presença, ainda adquiria as obras expostas fortalecendo assim a produção artística local.


Nos últimos anos a mostra não conseguiu se configurar no calendário cultural da cidade de Aracati com o mesmo esforço institucional antes mencionado. Os artistas que participam da exposição e a instituição que a promove, são valorosos no ideal de divulgação da arte e, embora persistam, e isto é importante, não há garantias que o evento voltará a se configurar com o mesmo zelo do início de sua implantação. Planejar e estabelecer objetivos mais audaciosos para o evento constitui um desafio a atual direção do Instituto do Museu Jaguaribano. A alteração da data de realização da exposição, de outubro para novembro, configura-se como um dos fatores que deveria ser reavaliado pela equipe. Noventa por cento das visitas ocorridas no Museu são de estudantes da educação básica e superior que neste período tem suas atividades encerradas. A sociedade aracatiense é sensível ao trabalho realizado pelo Instituto do Museu Jaguaribano, mas ainda se ressente com o fato de o museu ser um espaço para afirmação das elites- e este é um problema que os museus em todo o Brasil têm enfrentado sem medir esforços.  Cabe ao Instituto do Museu reavaliar o evento e encontrar estratégias que favoreçam a visibilidade desta importante iniciativa.


A “Exposição dos Artistas Aracatienses”, aberta no dia 27 de novembro, segue até o dia 30 de dezembro com entrada franca.


Serviço:
INSTITUTO DO MUSEU JAGUARIBANO
Av. Cel. Alexanzito, 743- Aracati-CE
Telefone: (88) 3421.3396

Avalie este item
(1 Voto)
Lido 181 vezes Última modificação em Sábado, 19 Dezembro 2015 18:05
Marciano Ponciano Virginio

Sou natural de Aracati-Ce, terra onde os bons ventos sopram. Na academia da vida constitui-me poeta, realizador de sonhos, encenador de máscaras. Na academia dos saberes acumulados titulei-me professor de Língua Portuguesa e especializei-me em Arte-Educação. O projeto de vida é semear a arte por onde passe: teatro, poesia, artes plásticas- frutos da experiência acumulada em anos dedicados a ser feliz. Quando me perguntam quem sou - ator, poeta, encenador, artista plástico, educador? Afirmo: - Sou poeta!

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

iCagenda - Event List

Nenhum evento hoje!