Antero Pereira Filho

Antero Pereira Filho

ANTERO PEREIRA FILHO, nascido no Aracati em 30 de novembro de 1946, foi o terceiro filho do casal Antero Pereira da Silva e Maria Bezerra da Silva. Viveu sua infância em Icapui onde foi alfabetizado pela professora Dona Preta. Em 1957, ingressou no Grupo Escolar Barão de Aracati. Em 1974, casou-se com Maria do Carmo Praça Pereira e deste matrimônio nasceram os filhos Janaina Praça Pereira, Armando Pinto Praça Neto e Juliana Praça Pereira.

 

Em 1976 graduou-se em Ciências Econômicas pela URRN-RN. Atuou à frente do Instituto do Museu Jaguaribano como presidente, função que exerceu em duas diretorias (1976 1979/1982-1985). Foi secretário na gestão do prefeito Abelardo Gurgel Costa Lima Filho (1992-1996) período em que assumiu a pasta da Secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Cultura.

 

A história e a memória da cidade e do povo aracatiense constituem objetos de seus estudos amplamente divulgados em crônicas e artigos publicados na imprensa local em que colabora desde 1975. Em 2005 a crônica "O Amor do Palhaço", de sua autoria, foi adaptada para o cinema em um curta metragem (15") homônimo com direção de Armando Praça Neto,

 

Obra

Assim me Contaram. (1ª Edição 1996 e 2ª Edição 2015)

Histórias de Assombração do Aracati. Publicação do autor. (1ª Edição 2006 e 2ª Edição 2016)

Ponte Presidente Juscelino Kubitschek. (2009) 

A Maçonaria em Aracati (1920-1949). (2010)

Fatos e Acontecimentos Marcantes da História do Aracati. (Inédito)

Aracati era assim (Inédito)

Notícias do Povo Aracatiense (Inédito)

 

PONTE PRESIDENTE JUSCELINO KUBITSCHEK

Sexta, 15 Março 2002 10:12

“... Doutor Beni traga uma ponte para Aracati!”

 

A figura agigantada do Sr. Gustavo Pereira do Nascimento– Seu Gustavo- , aumentava ainda mais espelhada nas águas mansas do rio Jaguaribe, naquela manhã  do ano de 1946, postado ao lado do Doutor Beni Carvalho, aracatiense, deputado federal pela UDN, que calmamente esperava o PONTÃO no porto José Alves.

Diz a lenda que numa noite de forte temporal, navegadores em uma sumaca, vendo suas vidas perdidas na tormenta do mar, fizeram uma promessa ao Senhor Bom Jesus dos Navegantes, que lhes salvassem e os conduzissem em paz ao porto da vila de Santa Cruz do Aracaty; que eles em cumprimento da promessa erigiriam uma capela para sua devoção.

 

“Vocês conhecem a história do corrupião e do boé? O boé constrói o ninho e o corrupião tanto faz, que o toma, a bicadas.

Mas acontece que não sou boé  e o meu ninho está sendo construído nas altaneiras frondes das grandes árvores, onde corrupião não vai” – Ernesto Valente.

“Corrupião Valente digno e perfeito êmulo do seu xará Corrupião pássaro. Lembremos de passagem, que o fofo “ninho” que o deputado Corrupião Valente ocupa na Assembléia Estadual  foi construído pelo Dr. Abelardo Costa Lima, seus amigos e correligionários da UDN aracatiense.”

Febre Amarela em Aracati-1851

Quarta, 06 Fevereiro 2008 08:59

Em Outubro de 1851, quando a febre amarela chegou ao Aracati através do seu declinante porto, trazida por um viajante vindo de Fortaleza, onde a epidemia se alastrava em todos os lugares, não distinguiu entre pobres e ricos as suas vitimas.

Além da notícia da extinção da Alfândega do Aracati por decreto, no dia 6 de novembro desse mesmo ano, causando uma profunda comoção, abalando de forma irreparável, a já então combalida economia do nosso município, as outras notícias que chegavam do Aracati em Fortaleza, eram pavorosas. “A população inteira estava sendo atacada e iam desaparecendo os membros proeminentes da sociedade local, os que dispunham de conforto e recursos. Os pobres, os pobres desvalidos, esses morriam às dezenas diariamente...”.

Pode um slogan ganhar uma eleição?

Quinta, 19 Julho 2012 08:40

A propaganda mais prática usada numa campanha política é o tradicional e popular “santinho”- impresso em que os candidatos expõem suas fotos e imprimem seus slogans com o objetivo de ganhar o eleitorado.Tomando como base as duas últimas eleições municipais (2004 e 2008), veremos como o slogan utilizado por candidatos a vereador, repercutiu ou obteve relevância junto ao eleitorado que justificasse seu voto ou não ao postulante.

Mercado Público de Aracati (1860-1868)

Terça, 07 Agosto 2012 08:37

A necessidade de se construir um novo mercado público em Aracati, já era um assunto discutido no ano de 1860.

 

Nogueira Ponciano

Quinta, 05 Julho 2012 14:52

Entre esses festeiros, ninguém se igualava ao Nogueira Ponciano, que de tão festeiro que era, fundou um clube para fazer festas dentro de sua própria  casa para o Aracati inteiro participar: O Clube 7 de Setembro.

Dentre as várias manifestações populares promovidas pelo Nogueira Ponciano, uma merece destaque por ter sido por muitos anos uma tradição na véspera do Carnaval: O Zé Pereira, que saía às ruas do Aracati, sempre no sábado magro, uma semana antes do carnaval.

O Amor do Palhaço

Domingo, 18 Junho 2006 14:31

O famoso curta metragem, O Amor do Palhaço, de Armando Praça fora baseado na crônica homônima de Antero Pereira Filho, escritor aracatiense. Apresentamos em primeiríssima mão a crônica: "O Amor do Palhaço".

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

iCagenda - Event List

Nenhum evento hoje!