O ENFERMEIRO NO PODER
Quando Mário Della Rovere chegou ao Aracati, jamais imaginou que depois de árduas travessias viesse ancorar em... Leia mais
A voz de todos os aracatienses
A nossa herança cultural é toda a gente aracatiense. Nossas histórias dizem muito sobre quem somos, e somos... Leia mais
A Farsa do Cuviteiro: quando o teatro segue o...
No dia 28 (sábado), o Grupo Juká de Teatro se apresentará na cidade de Aracati. O Jaguaribe que nasce na serra da... Leia mais
Banda Barra de Aço: nos braços da memória, no...
O surgimento da banda de frevo Barra de Aço, consolida o carnaval como uma expressão musical na cidade dos Bons... Leia mais
ENTREVISTA | CLÁUDIA LEITÃO. Aracati: um...
Às vésperas do ano novo, entrevistamos a Secretária de Cultura, Turismo e Economia Criativa da cidade de Aracati-CE,... Leia mais
LEITURA DE IMAGEM: SEREI-A
Edson Virginio (Aracati-CE) conjuga em cores a obra Serei-a. A mensagem verbal, tal qual a imagética, revela-se... Leia mais
prev
next
Marciano Ponciano Virginio

Marciano Ponciano Virginio

Sou natural de Aracati-Ce, terra onde os bons ventos sopram. Na academia da vida constitui-me poeta, realizador de sonhos, encenador de máscaras. Na academia dos saberes acumulados titulei-me professor de Língua Portuguesa e especializei-me em Arte-Educação. O projeto de vida é semear a arte por onde passe: teatro, poesia, artes plásticas- frutos da experiência acumulada em anos dedicados a ser feliz. Quando me perguntam quem sou - ator, poeta, encenador, artista plástico, educador? Afirmo: - Sou poeta!

Dezessete anos expandindo a alegria para além da festa de momo. Mesmo quando a quarta-feira de cinzas parece arrefecer os ânimos de quem brincou o carnaval, a alegria toma conta da Praça Dom Luiz para anunciar que o último grito de folia é dos Loucos da Praça.

Marés- 1° Movimento

Quarta, 19 Fevereiro 2014 11:34

Há silêncios...

Por uma centelha, a essência desta cidade fumega entre paredes de salitre e resistência. Lá, por entre as paredes que se vão erguendo imponentes, o que guardar? Ar rarefeito, podridão.
Um poeta falou... onde?

As avós são anjos caídos do céu

Segunda, 27 Janeiro 2014 17:38

As avós são anjos caídos do céu

 

 

Minha avó sentava num banco de madeira localizado em frente à casa, debaixo do alpendre. No banco marcado por centenas de golpes de facão, acumulados ao longo dos anos, por ser ali a melhor altura para abrir coco e servir às visitas. Eu, certamente motivei algumas dezenas desses golpes a fim de beber a água doce que brotava dos coqueiros gigantes plantados por minha avó.

A cabeça de Monsenhor Bruno

Quarta, 25 Dezembro 2013 14:23

Qual o espaço para a memória da cidade de Aracati frente o descaso e completa falta de conhecimento de sua história? A frase fácil na boca de qualquer aracatiense: “Aracati, terra de Jacques Klein, Paula Nei, Adolfo Caminha”. De tanto ouvir todos sabemos sobre estes ilustres anônimos. Ilustres porque foram personalidades que se destacaram em um dado momento da história de nosso país e por isso a nossa sociedade em um dado momento resolveu acolhe-los como exemplos valiosos para a nossa história. Anônimos porque sabemos pouco sobre eles. O insuficiente para travar com estes os mais horrendos atentados à memória daqueles. Incluo a esta lista só para citar como exemplo o ilustre memorável Bruno Rodrigues da Silva Figueiredo- Monsenhor Bruno. O mês de outubro dedicado a celebrar a emancipação política de nossa cidade também foi um mês dedicado a feitos danosos à memória deste importante filólogo, latinista e clérigo aracatiense.

Francisca Clotilde em Cena

Domingo, 15 Janeiro 2012 14:33


Desde sua criação em 1990 o Grupo Lua Cheia de Teatro faz reverberar, em sua cena, a literatura aracatiense. Foi assim com a criação de Poetossíntese - publicação literária fundada àquele ano. Não caberá neste pequeno espaço o registro das várias incursões do grupo ao universo das letras. Todavia se faz necessário destacar alguns dos trabalhos que bem representam esta alegativa.

A matéria publicada no dia 27 de janeiro de 2007, no caderno Ceará, do Jornal O Povo sob a manchete “Aracati aposta em festa no ritmo do forró” demonstra, a meu ver, o alto grau de insensibilidade e falta de visão daqueles que organizam o carnaval de Aracati.

Uma casa dedicada à leitura

Sábado, 28 Maio 2011 14:07

Casa. Assim define o dicionário Houaiss: lugar destinado a encontros, a reuniões ou à moradia de certas categorias de pessoas, cujos interesses, origens e cultura por vezes representa ou expressa. Pensemos então em casa com o significado de reunir pessoas, cultura e expressões através da leitura. Isto seria possível?

"De quantas saudades é feito o homem? De tantas quanto a vista captura. De tantas quanto o desejo morde. De tantas quanto a dúvida decifra. De tantas quanto o calendário rebenta. De tantas quanto a dor soçobra. De tantas quanto a escrita exibe. De que saudade é mesmo feito o homem?" (Saudade: Um rio que corre na retina do tempo. R. Leontino Filho in Coisas Velhas Saídas da Beira do Túmulo)

ESSE VAZIO

Quarta, 06 Junho 2012 17:19

Esse Vazio

 

 

Há algo na clareira

Da solidão...

Uma multidão

Poderá perseguir

O mesmo sonho,

LUÃ

Quarta, 06 Junho 2012 17:18

Luã

 

Essa criança

Que habita o meu mundo

Traz consigo

Sonhos

Uma bolsa de marés.

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

iCagenda - Event List

Nenhum evento hoje!