LABIRINTO | Criatividade, habilidade e matemática
Estes são os valores que a rendeira trabalha na "grade" feito um tabuleiro de xadrez. Com maestria, e por bravura, ela... Leia mais
A pena de morte em Aracati
O ilustrado dr. Paulino Nogueira, de saudosa memória, falecido em 15 de junho de 1908, ocupou-se na Revista do... Leia mais
ARACATI| Monumento aos aviadores alemães
Monumento erigido no extremo sul da Rua Cons. Liberato Barroso (atualmente Rua Cel. Alexanzito), imediações da Praça... Leia mais
CASTORINA em "D. FELISMINA (MÃE DE 'CHICO...
Alta, magra, esguia e branca. Rosto oval e lívido. Traje característico das viúvas de Aracati: saia preta comprida,... Leia mais
ARACATI | A lenda do morro
Nos morros do Cumbe e da Beirada, ouvem-se de tempos em tempos, fortes estrondos e ruídos confusos, acompanhados de... Leia mais
ADOLFO CAMINHA | O escritor e o homem
Filho de Raimundo Ferreira dos Santos Caminha e de Maria Firmina Caminha, nasceu Adolfo Caminha em Aracati, Estado do... Leia mais
prev
next

Quando a notícia de que a Vila do Aracati tinha passado às mãos dos Imperialistas chegou ao Palácio do Governo, o Presidente da então República do Equador no Ceará, Tristão Gonçalves de Alencar Araripe, passou o comando do governo ao seu substituto, José Felix de Azevedo e Sá. Este reuniu seu exército, composto de 2.000 soldados, duas peças de artilharia e vasta munição, e rumou para Aracati para tentar reverter a situação e defenestrar do poder o grupo dos Imperialistas que estava na Vila, sob o comando militar do tenente Luis Rodrigues Chaves, seu antigo companheiro e ex-aliado.

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
6
7
13
14
20
21
27
28
30
31