O ENFERMEIRO NO PODER
Quando Mário Della Rovere chegou ao Aracati, jamais imaginou que depois de árduas travessias viesse ancorar em... Leia mais
A voz de todos os aracatienses
A nossa herança cultural é toda a gente aracatiense. Nossas histórias dizem muito sobre quem somos, e somos... Leia mais
A Farsa do Cuviteiro: quando o teatro segue o...
No dia 28 (sábado), o Grupo Juká de Teatro se apresentará na cidade de Aracati. O Jaguaribe que nasce na serra da... Leia mais
Banda Barra de Aço: nos braços da memória, no...
O surgimento da banda de frevo Barra de Aço, consolida o carnaval como uma expressão musical na cidade dos Bons... Leia mais
ENTREVISTA | CLÁUDIA LEITÃO. Aracati: um...
Às vésperas do ano novo, entrevistamos a Secretária de Cultura, Turismo e Economia Criativa da cidade de Aracati-CE,... Leia mais
LEITURA DE IMAGEM: SEREI-A
Edson Virginio (Aracati-CE) conjuga em cores a obra Serei-a. A mensagem verbal, tal qual a imagética, revela-se... Leia mais
prev
next

ARACATI ERA ASSIM | 1933

Publicado em História
Sexta, 01 Abril 2016 08:50

Após transpor o grande rio em cuja margem estavam a nos esperar alguns amigos. Visitamos o monumento erigido à memória dos aviadores alemães do Junkers mortos nesta cidade. (Desastre aéreo ocorrido em Aracati no dia 25 de junho de 1923, onde faleceram dois pilotos alemães: Herman Muller e Werner Junkers. O monumento foi destruído no dia 14 de agosto de 1942, por um grupo de reservistas do Aracati, revoltados com os afundamentos dos navios Brasileiros pelos submarinos Alemães). Dirigimo-nos ao Hotel Avenida, (Sobrado da Cel Alexanzito onde funcionou a Marinha Mercante, vizinho ao sobrado onde nasceu Adolfo Caminha) o melhor da cidade.[...]

Agenda

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

iCagenda - Event List

Nenhum evento hoje!